Aprenda como começar a guardar dinheiro

Aprender como guardar dinheiro é fundamental para todos nós. Seja para realizar sonhos de consumo, fazer uma viagem tão desejada ou, claro, garantir uma melhor qualidade de vida após a aposentadoria.

Guardar dinheiro é necessário, importante e – é bom frisar – absolutamente possível. Reunimos aqui as melhores dicas para você administrar mais facilmente os seus gastos e, assim, aprender a economizar e começar a guardar dinheiro.

É possível guardar dinheiro. Organize-se para isso

Todo mundo quer chegar ao final do mês com as contas devidamente pagas, sem dever nada a ninguém e, se possível, com dinheiro sobrando no bolso, certo? Muita gente acha, no entanto, que isso é praticamente impossível, e que essa situação só acontece com quem ganha um alto salário todo mês. 

Mas isso não é verdade. É possível economizar, sim, e o que é melhor: só depende da gente mesmo. Para que isso aconteça de fato, é preciso se organizar. Essa é a palavra-chave de quem sabe guardar dinheiro: organização. 

Você tem pleno domínio sobre a sua vida financeira e sobre os seus gastos? Antes de mostrarmos o passo a passo para guardar dinheiro, responda as seguintes perguntas com toda a sinceridade:

• Você sabe quanto gasta com as compras de supermercado ao longo do mês?

• Você sabe quanto gasta com transporte?

• Você sabe exatamente quanto paga de prestações de algum produto que comprou, e quantas faltam para quitar seu financiamento?

• Você controla a fatura do seu cartão?

• Quanto você gasta com lazer mensalmente?

Esse é, definitivamente, o primeiro passo para começar a guardar dinheiro: organizar seus gastos para saber exatamente como é a sua vida financeira. Você jamais vai conseguir poupar se não tiver consciência sobre os seus gastos. Como se organizar se você sequer sabe quanto gasta mensalmente? Pense nisso!

Como se organizar:

Não é nada difícil organizar seus gastos e, consequentemente, sua vida financeira. 

• Guarde as notinhas de todas as suas compras, inclusive as feitas com cartão de crédito. Anote-as.

• Faça uma planilha simples contendo todos os gastos por assunto: comida, transporte, lazer, contas da casa (gás, luz, água, internet, etc.), gastos com filhos, eventualidades, carnês de financiamento, fatura do cartão de crédito. Você pode fazer essas anotações em um caderninho exclusivo para isso.

• Tente arrumar suas contas em três grandes grupos: gastos essenciais, dívidas e lazer e hobbies. Assim, você sabe quanto e onde está gastando. Veja qual percentual você está gastando em cada um destes grupos e controle-os.

• Crie metas para os gastos. E para as economias também.

Seu estilo de vida é compatível com a sua renda?

Agora você já sabe o quanto gasta, e – acredite – esse é um passo fundamental para economizar e poupar seu dinheiro. O próximo passo é saber se planejar, porque dessa forma – acredite – você pode chegar onde quiser!

Adeque o seu estilo de vida com a sua renda, e é muito fácil fazer isso: seus gastos precisam caber dentro dos seus rendimentos, para que você consiga economizar e realizar seus sonhos. Ou seja, é preciso gastar menos do que ganha para conseguir guardar dinheiro.

Para alcançar um estilo de vida compatível com o valor que você ganha todo mês – e se beneficiar das economias que fizer – é preciso saber se controlar. Essa é outra palavra fundamental para quem quer terminar o mês com dinheiro sobrando no bolso: controle.

É preciso ter responsabilidade com os seus gastos e priorizá-los de forma correta. Sabendo como, onde e quando gastar, você se planeja e alcança seus objetivos!

Como economizar dentro de casa

A economia começa dentro de casa. E a ordem é eliminar desperdícios, pois eles significam jogar dinheiro no lixo. Algumas dicas são importantes para você conseguir economizar e, assim, gastar menos:

• Jamais vá ao mercado sem uma lista determinando os produtos que precisa comprar. Sem ela, os gastos sempre são muito maiores. Fique de olho nas promoções.

• Se você fizer compras com dinheiro vivo, vai controlar melhor seus gastos também.

• Quebrou um eletrodoméstico? Avalie se não é melhor consertar do que comprar um modelo novo.

• Em hipótese alguma perca o dia de pagamento de seus boletos, cartões e crediários. A multa é sempre alta!

• Aproveite os alimentos. Em vez de ir para o lixo, uma banana um pouco passada, por exemplo, pode se transformar em um delicioso doce.

• Você tem uma festa e acha que não tem roupa adequada? Já pensou em pedir emprestada? Isso é muito mais comum do que você imagina.

É possível se divertir, sem gastar muito

O lazer é importante na vida de qualquer pessoa, mas é preciso ter cuidado para não gastar muito e complicar suas finanças. A alimentação fora do lar é o ramo que mais gastamos, depois dos custos com habitação. Evite comer fora. Convide familiares e amigos para celebrar na sua casa, e prepare aquele almoço delicioso e caseiro. É muito comum, inclusive, dividir as despesas do churrasco, por exemplo. 

Você sabia que existem muitas opções de lazer, como shows e peças teatrais, gratuitas? Você pode acompanhar a programação da sua cidade nos jornais e aproveitar as oportunidades que aparecem para se divertir muito sem gastar dinheiro.

Pense também em se divertir com programas gratuitos que sua cidade oferece, como visita a praia, lagoa, cachoeira, parques e praças. Ver o pôr-do-sol é de graça e é um dos espetáculos mais bonitos da natureza.

Você tem dívidas? Saiba como pagar menos

Colocar as contas em dia é fundamental para guardar dinheiro. É preciso quitá-las, e jamais perder o controle sobre elas. Muita gente acaba se atrapalhando com dívidas do cartão de crédito e de financiamentos bancários e acaba tendo que arcar com juros altíssimos, que tornam o valor devido ainda maior e mais difícil de pagar. 

A Simplypag é especialista em oferecer empréstimos para empregados domésticos

Você sabia que pode pagar juros mais baratos, tornando a dívida menor e mais fácil de quitar? A Simplypag tem uma linha de crédito pronta para lhe atender. Faça uma simulação em nosso site e veja como você pode economizar seu dinheiro.

Gastos essenciais – controle os seus

Há gastos que são essenciais, dos quais não podemos fugir. É preciso ter energia elétrica em casa, mas você não precisa deixar todas as luzes acesas e a TV ligada sem alguém assistindo, não é mesmo? A conta do celular também é um bom exemplo: é fundamental, mas você precisa de um plano econômico, que lhe atenda e não promova desperdício. 

Saiba controlar seus gastos – os essenciais e os não essenciais também – estipule prioridades, estabeleça metas e, com certeza, você conseguirá guardar dinheiro!

Deixe um comentário