Consertar fogão custa caro? Vale a pena?

O fogão é um item essencial nos lares brasileiros, principalmente para as famílias que adoram uma comida fresquinha e cozinham sempre.

Esse eletrodoméstico costuma ter uma boa durabilidade, especialmente quando recebe limpeza e manutenção adequadas.

Porém, mesmo ele pode apresentar problemas com o tempo, ou parar de funcionar por conta de alguma falha que precisa ser corrigida.

Nessas situações, será que vale a pena consertar o fogão? E é possível fazer isso em casa para economizar?

Vamos te contar tudo isso a seguir!

Consertar fogão: principais problemas

Geralmente, percebemos a necessidade de consertar o fogão quando ele apresenta um dos seguintes problemas:

Queimador não acende

Existem diferentes motivos para o queimador do fogão parar de acender, mas na maioria das vezes isso não quer dizer que é necessário consertar o fogão.

Quando nenhum queimador funciona, o problema pode estar no gás.

Se você utiliza gás encanado (GN), deve entrar em contato com a administradora para verificar se existe algum problema no encanamento. Quem tem botijão em casa (GLP) precisa confirmar se o gás está acabando, ou se o registro está fechado.

Alguns queimadores estão funcionando e outros não?

Então, pode ser quem eles estejam sujos, molhados ou mal encaixados. Nessas situações, ajustar os queimadores e as grelhas corretamente, ou limpar as peças deve resolver.

Chama se apagando ou com cor diferente

Quando a chama do fogão ou do forno apresenta uma cor diferente do usual, está mais baixa ou se apaga inesperadamente, os problemas também podem estar ligados à falta ou má qualidade do gás.

Por isso, se você está com esse problema, vale a pena conferir as condições do seu encanamento ou do botijão.

A sujeira também pode ser a culpada.

A gordura e restos de alimentos se acumulam nos queimadores, o que faz com que a passagem do fogo fique obstruída. Isso pode prejudicar o volume das chamas ou mesmo influenciar na sua aparência.

A solução geralmente é simples: basta fazer uma boa limpeza utilizando produtos apropriados para o fogão e seguindo as orientações do manual.

Acendimento automático não funciona

Problemas no acendimento automático costumam ter as seguintes causas: sujeira, encaixe inadequado das peças, problemas elétricos ou mecânicos na parte interna do fogão.

Se você já conferiu que todas as grelhas, espalhadores e velas estão secos e colocados corretamente, e não há sujeira obstruindo a passagem do fogo, provavelmente vai precisar contatar um técnico para conferir a estrutura do eletrodoméstico.

Como o acendimento automático é elétrico, pode ser necessário conferir se houve alguma ruptura na ligação interna, ou se as peças responsáveis pelo mecanismo estão quebradas.

Lâmpada parou de acender

A lâmpada do forno é essencial para que você possa ver o estado de cozimento das suas receitas. E é por isso que quando ela para atrapalha bastante a rotina de quem gosta de cozinhar.

Felizmente, esse costuma ser um problema relativamente simples de solucionar. Dependendo do modelo do eletrodoméstico, é possível consertar o fogão apenas removendo a caixinha da lâmpada e a substituindo por uma nova – compatível com o modelo do fogão.

Vai consertar o fogão em casa? Tome cuidado!

Até agora você deve ter percebido que os problemas mais comuns dos fogões estão relacionados com questões simples, como fazer uma limpeza adequada das peças e conferir as condições do gás de cozinha.

Mas se essas soluções não funcionarem e for realmente necessário consertar o fogão, ou seja, mexer na parte elétrica e estrutural do aparelho, é preciso cuidado.

Se você não tem experiência com conserto de eletrodomésticos, o ideal é procurar uma assistência técnica.

Por se tratar de um equipamento que utiliza material inflamável, tentar consertar o fogão em casa sem ter conhecimento prévio no assunto pode se tornar bastante perigoso. Além disso, você pode acabar agravando o problema ou inutilizando por completo o aparelho.

Por isso, a recomendação é: se o problema do seu fogão não for resolvido com as soluções simples que apresentamos até agora, procure um profissional.

Consertar fogão custa caro? É melhor comprar um novo?

Outra dúvida comum quando o fogão começa a apresentar defeitos é quanto a sua manutenção vai custar.

Essa é uma pergunta difícil de responder, já que o valor do conserto vai depender do tipo de problema, do modelo do fogão e também da faixa de preços praticada pelo profissional.

Normalmente, por ser um eletrodoméstico de grande porte, os técnicos que trabalham com consertos de fogão vão até a residência para fazer uma avaliação do problema e orçar o reparo.

O profissional pode cobrar essa avaliação ou não. Por isso, ao solicitar a visita, é importante perguntar se você terá que pagar pelo orçamento.

Dependendo do valor do conserto e também da “idade” do seu fogão, talvez você considere que é melhor simplesmente substituir o aparelho por outro mais novo.

Essa pode ser uma boa ideia quando o fogão já é muito antigo, vem apresentando defeitos há algum tempo e o preço de consertá-lo fica próximo da compra de um novo.

Bônus: dicas para comprar ou consertar fogão sem sair do orçamento

Consertar ou comprar um fogão novo pode ser caro. E quando o eletro para de funcionar de repente e não há uma reserva de emergência, surge a pergunta: como arcar com essa despesa inesperada sem prejudicar o orçamento familiar?

Bem, existem vários caminhos possíveis para esse impasse, e alguns deles são:

Reduzir suas despesas fixas

Uma boa forma de incluir um novo gasto sem comprometer o orçamento é diminuir ou eliminar despesas.

Na seção de educação financeira do blog da Simplypag, você encontrará dicas que vão te ajudar a economizar em diferentes aspectos do seu dia a dia: na conta de internet, na energia, na água e até no mercado.Gastando menos, será possível guardar o dinheiro necessário para investir na compra ou conserto do seu fogão.

Investir em uma fonte de renda extra

Aliado à redução de custos fixos, também pode ser interessante buscar uma segunda opção que ajude a complementar a sua renda.

E se você precisa de inspiração, sugerimos que confira nossa lista com 10 ideias para ganhar dinheiro e aumentar a sua receita.

São dicas práticas, que exigem pouco ou nenhum investimento e com certeza vão ajudar a aumentar o orçamento familiar.  

Oferecer uma permuta

Outra opção é oferecer uma permuta ao profissional que vai consertar o fogão. Essa possibilidade é válida caso você pode possa oferecer algum tipo de produto ou serviço em troca do reparo.

Neste caso, o pagamento não será feito em dinheiro, mas na troca de serviços – o famoso escambo.

Obviamente, é necessário que as duas partes estejam satisfeitas e cumpram o acordo para que a permuta funcione.

Fazer um empréstimo

Se você precisa comprar ou consertar o fogão rápido, um caminho muito mais simples é fazer um empréstimo.

Certas linhas de crédito oferecem juros baixos e prazos longos para pagar, o que permite que você consiga dinheiro rapidamente e pague parcelas que não pesam no bolso.

Se você é empregado doméstico registrado, por exemplo, pode encontrar essas e outras vantagens no empréstimo da Simplypag. Trata-se de um tipo de empréstimo pessoal desenvolvido especialmente para profissionais que trabalham nos lares brasileiros!

Esse é o seu caso? Então, conheça o empréstimo para empregados domésticos e veja como é simples conseguir crédito com a Simplypag.

2 comentários em “Consertar fogão custa caro? Vale a pena?”

Deixe um comentário