Contador para empregado doméstico: tudo o que você precisa saber

Os empregadores sabem que contar com o apoio de um funcionário doméstico pode fazer toda a diferença na rotina e na qualidade de vida de uma família.

Esses valiosos profissionais são responsáveis por tarefas domésticas que são essenciais para a manutenção de um lar, mas que nem sempre podem ser desempenhados pelos familiares com tanta maestria.

E como qualquer outro tipo de colaborador, o trabalho do empregado doméstico deve sempre atender as normas trabalhistas e respeitar o pagamento das obrigações fiscais, tributárias e previdenciárias devidas.

É justamente neste contexto que surge uma dúvida bastante comum aos empregadores: será que preciso de um contador para empregado doméstico? Vale a pena pagar um profissional para cuidar destes pagamentos?

Neste material vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre esse assunto e responder se você precisa de um contador para empregado doméstico ou se existem outras alternativas mais simples e econômicas para fazer a gestão dos seus funcionários. 

Contratação de empregado doméstico: aspectos legais

Antes de falarmos sobre a contratação de um contador para empregado doméstico, é importante entender sobre os principais aspectos legais sobre a relação trabalhista entre um empregador e um funcionário doméstico.

Contrato de trabalho

Segundo a Lei Complementar nº 150/2015, também conhecida como PEC das Domésticas, para registrar um empregado doméstico, o empregador deve elaborar um contrato de trabalho contendo detalhes da contratação, como:

  • Nome completo de empregador e empregado, endereço do local de trabalho, número da carteira de trabalho do funcionário doméstico e data de admissão;
  • Descrição das tarefas que estão dentro do escopo de trabalho do contratado, incluindo seus horários de entrada, saída, intervalo e dias de folga;
  • Valor, data e forma de pagamento da remuneração;
  • Recolhimento do FGTS;
  • Vigência do contrato e se haverá prazo de experiência;
  • Outras exigências e detalhes do trabalho (necessidade de utilizar uniforme, políticas de ressarcimento de danos, possibilidade de o empregado morar no local de trabalho, etc).

Assinatura da carteira de trabalho (CTPS)

O empregador também deve assinar a carteira de trabalho de seu funcionário doméstico no primeiro dia de trabalho. É importante incluir no registro seu nome, CPF, local de trabalho, cargo, data de admissão e detalhes da remuneração.

Também deve-se detalhar, nas observações, o horário de saída e entrada, bem como os detalhes do período de experiência, se houver.

Conta no eSocial

A próxima etapa é criar uma conta no eSocial ou deixar que a Simplypag te ajude com isso gratuitamente! O eSocial é a plataforma do governo federal que centraliza o envio de informações de empregados e unifica todas as obrigações trabalhistas, fiscais e previdenciárias que você, enquanto empregador, deve ter.

Por meio do eSocial você fará os pagamentos dos impostos devidos e enviará os dados necessários sobre os seus empregados. Caso escolha um contador para empregado doméstico, ele poderá ser responsável por essa administração.

No dia a dia, o contratante também deve ficar de olho em algumas tarefas importantes para manter uma relação transparente e justa com seu empregado doméstico.

Nesse sentido é importante honrar direitos como:

  • Pagar o funcionário doméstico sempre em dia;
  • Gerar recibos pelos pagamentos;
  • Gerar holerites;
  • Enviar e atualizar informações pelo eSocial;
  • Fazer o pagamento de seu FGTS, 13º salário, férias, horas extras e outros direitos e tributos legais;
  • Promover folgas em feriados e férias depois de um ano de trabalho.

Então, eu preciso de um contador para empregado doméstico?

Repare que a legislação que determina como deve ser a admissão e gestão de um funcionário não cita que é obrigatório ter um contador para o empregado doméstico

Isso significa que o contratante pode admitir e gerenciar seus colaboradores sozinho, embora isso possa incluir alguns riscos e nem sempre seja recomendado ou simples de fazer.

Se preferir um profissional para esta finalidade, se atente a alguns pontos.

Para começar, verifique se o escritório contábil está com sua situação regularizada, tem CNPJ e endereços correspondentes e boa reputação no mercado.

Também é importante confirmar se a empresa possui um profissional devidamente certificado e cadastrado nos órgãos que regulam o setor. Para isso, você pode consultar o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e o Conselho Regional de Contabilidade da sua localidade.

Na hora de contratar um contador para empregado doméstico, ainda vale pesquisar se o profissional tem experiência com esse nicho e conhece bem as particularidades das relações tributárias no setor doméstico. 

Contador para empregado doméstico: prós e contras

Ter um profissional para gerenciar sua relação com seus funcionários domésticos pode ser uma boa ideia se você pensar que ele vai absorver tarefas que talvez você não tenha tempo suficiente para realizar.

Um contador para empregado doméstico também pode te auxiliar em situações pontuais, nas quais você precise de aconselhamento ou de serviços específicos.

Porém, a principal desvantagem em trilhar esse caminho é que pagar um contador mensalmente pode ser bem caro.

Para ter um contador de qualidade trabalhando para você, será necessário desembolsar uma quantia alta todos os meses e isso pode acabar comprometendo gravemente seu orçamento. Felizmente, existe uma alternativa que não é apenas mais simples e econômica, mas totalmente gratuita: a Simplypag!

Não quer contador para empregado doméstico? Existe uma alternativa melhor!

Se você não tem a intenção de gastar uma pequena fortuna com um contador para empregado doméstico, mas gostaria de tornar a gestão dos pagamentos de seus funcionários mais simples e automatizada, a Simplypag é a melhor alternativa.

Nós fazemos a gestão do eSocial dos seus funcionários domésticos, incluindo o pagamento de seus salários e impostos em um só boleto. 

Em outras palavras, não precisa mais se preocupar em pagar várias faturas, arcar com taxas bancárias e gerar holerites e recibos de pagamento porque a Simplypag faz isso para você da seguinte forma: calculamos todos os valores devidos (salários, benefícios, impostos, etc), pagamos o eSocial, geramos um único boleto para você e transferimos o dinheiro para seu empregado doméstico.

Se precisar de suporte, você ainda conta com a ajuda de nossos especialistas, que têm anos de conhecimento técnico e experiência em leis trabalhistas e ciências contábeis.

E o melhor: tudo isso de forma descomplicada e gratuita!

Assim, você economiza tempo e dinheiro e seu funcionário recebe seu salário de forma segura e sempre em dia!Viu? Não precisa contratar um contador para empregado doméstico se você quiser ter uma gestão financeira de seus colaboradores de uma forma econômica e simplificada. Basta fazer seu cadastro na Simplypag e começar a usar gratuitamente a nossa plataforma!

Deixe um comentário