O que é o Custo Efetivo Total de um empréstimo?

Fazer um empréstimo pode ser uma ótima ideia se você precisa de crédito para colocar seus projetos em prática, realizar sonhos ou reorganizar as finanças rapidamente.

Inclusive, se você é empregado (a) doméstico (a), a Simplypag tem condições únicas para você tomar dinheiro emprestado de uma forma simples e com taxas especiais. Você vai conhecê-las já já!

Porém, como toda operação financeira, antes de fazer o seu empréstimo é fundamental tomar alguns cuidados e conhecer todos os detalhes que envolvem uma solicitação de crédito. E um dos principais é saber qual será o Custo Efetivo Total do seu empréstimo (CET).

O que é Custo Efetivo Total de empréstimo

Você já deve saber que quem solicita um empréstimo pode fazer o pagamento de forma parcelada, em mensalidades que não pesam no bolso. Também deve estar ciente de que existem juros que incidem sobre essas parcelas e que são cobrados pela instituição financeira como forma de compensação pelo empréstimo.

O que talvez ainda não saiba é que os juros não são as únicas taxas pagas ao tomar crédito. Nas parcelas, estão embutidos valores como custos operacionais, seguros e outros tributos cobrados.

O Custo Efetivo Total de um empréstimo é exatamente isso: a soma de todos os encargos e taxas aplicadas à sua operação de crédito, ou seja, o valor total do contrato.

Assim, o valor que você devolverá mensalmente à financeira será correspondente ao Custo Efetivo Total dividido pelo número de parcelas escolhidas.

Por que é importante conhecer o CET do seu empréstimo?

Na hora de fazer um empréstimo, muitas pessoas se atentam somente à taxa de juros aplicada e ao custo mensal das parcelas. Com isso, elas não se dão conta do valor total do contrato e podem acabar fazendo um péssimo negócio.

E quem quer chegar ao fim de um contrato de empréstimo e se dar conta de que pagou muito mais do que devia, não é mesmo?

Conferir o Custo Efetivo Total é o que dá ao consumidor a chance de entender verdadeiramente quanto ele vai pagar, comparar propostas e, só então, decidir qual delas é mais vantajosa para ele. E é por isso que se atentar ao CET é fundamental para que você possa fazer uma escolha segura e econômica na hora de solicitar crédito.

O que está incluso no Custo Efetivo Total de empréstimo

Os encargos incluídos em um CET podem depender do tipo de empréstimo. Porém, de forma geral, abrangem:

  • Taxa de juros: é o percentual cobrado sobre ao montante emprestado. Em outras palavras, é o valor que a instituição que empresta o dinheiro cobra pelo serviço. Esse valor pode variar de acordo com banco que está oferecendo o crédito, mas possui um teto definido pelo Banco Central.
     
  • Taxa de abertura de crédito (TAC): tarifa aplicada quando o crédito é concedido para o consumidor e, normalmente, diluída nas parcelas do empréstimo. A TAC não é cobrada em empréstimos consignados para aposentados e pensionistas do INSS.
     
  • Imposto sobre Operações Financeiras (IOF): como o nome entrega, o IOF é uma taxa calculada sobre diversos tipos de operações, incluindo a concessão de crédito. O do imposto incide sobre o valor real emprestado e pode variar de acordo com o tipo de empréstimo. No caso de empréstimos pessoais, por exemplo, pode chegar a 3% ao ano.
     
  • Seguros: garantia de pagamento do empréstimo. Geralmente, incluem casos de morte, invalidez, acidentes ou perda de trabalho. Este valor não é obrigatório e deve ser aprovado pelo consumidor no fechamento do contrato
  • Outras tarifas: mais taxas operacionais, administrativas e encargos que a instituição financeira pode incluir na operação de crédito.

É importante dizer que todos os encargos incluídos no cálculo do Custo Efetivo Total do empréstimo devem estar discriminados no contrato.

Leia sempre o documento com atenção e, em caso de dúvidas, converse com a financeira antes de assiná-lo.

Como é calculado o Custo Efetivo Total de empréstimo

O Custo Efetivo Total é calculado com base na seguinte equação:

Sendo que:

N: é o prazo, em dias, do contrato;

J: é o intervalo, em dias, entre a data do pagamento e a data do desembolso inicial;

FCj: são os valores cobrados, incluindo juros, tarifas e outros encargos;

dj: é a data do pagamento, sendo ela periódica ou não (FCj);

d0: é a data da liberação de crédito (FC0);

FC0: valor de crédito sem os encargos pagos de forma antecipada.

Onde encontrar as informações que compõem o CET

Fazer esse cálculo por conta própria pode ser um pouco complicado, mas você pode ter essas informações facilmente no seu contrato e em outros documentos.

A Resolução 3517 do Conselho Monetário Nacional determina que todos os valores do CET devem estar disponíveis para consulta em materiais promocionais e de comunicação em que constem valores relativos ao empréstimo; em fichas de cadastro; pré-contratos; Cédulas de Crédito Bancário e no contrato final.

Além disso, as instituições financeiras são obrigadas a informar o CET e a planilha utilizada para o seu cálculo sempre que for solicitado pelo cliente, inclusive antes da emissão do contrato.

Outros cuidados na hora de fazer um empréstimo

Fazer um empréstimo pode ser uma mão na roda se você precisa de um dinheiro extra, mas, além de ler seu contrato com atenção e verificar o Custo Efetivo Total, também vale a pena ter alguns cuidados:

  • Pesquise muito bem a reputação da instituição financeira;
  • Desconfie de empresas que cobram taxas antecipadas, porque essa prática não é comum;
  • Confira se a instituição não está tentando fazer venda casada ao incluir produtos financeiros que não estão ligados diretamente ao empréstimo;
  • Faça um bom planejamento financeiro para não comprometer o orçamento.

É empregado doméstico e precisa de um empréstimo?

No começo deste material te contamos que a Simplypag tem uma solução de empréstimo exclusivo para funcionários domésticos, lembra?

Nós sabemos como pode ser difícil ter acesso ao crédito e é por isso que oferecemos uma modalidade de empréstimo simples e vantajosa para empregados domésticos registrados! Faça seu cadastro e confira essas e outras soluções que a Simplypag tem para você!

Deixe um comentário