Como limpar vidros (manual para empregados)

Uma das atividades desempenhadas pelos empregados domésticos é a limpeza dos vidros, seja eles nas janelas, prateleiras ou portas.

Mas o que algumas pessoas podem não saber é que a limpeza dessas superfícies requer cuidados específicos, pois se trata de um material frágil que pode facilmente quebrar, trincar, arranhar e manchar.

Vidros limpos permitem a entrada de maior quantidade de luz natural e a consequência direta é o aumento da sensação de bem-estar, tão buscada pelos inquilinos e proprietários.

Portanto, se você é empregado doméstico e quer desempenhar a limpeza dos vidros da melhor maneira possível, continue lendo este artigo e veja o passo a passo com as dicas que separamos para você!

Boa leitura!

Você conhece os tipos de vidros?

Vidro temperado

Considerado um vidro de segurança, ele se chama temperado porque passa pelo processo chamado têmpera, ou seja, ele é resfriado e aquecido de maneira imediata, o que faz com que ele fique mais resistente.

Ideal para janelas, tampos de mesas, box de banheiro, portas e prateleiras o vidro temperado não forma pontas cortantes quando sofre algum tipo de impacto pois  se quebra em pedacinhos arredondados garantindo maior segurança para os usuários.

Vidros laminados

O vidro laminado, assim como o vidro temperado, é pensado para a segurança, ele é formado por duas camadas de vidro comum com uma película bem fina de resina entre as duas para, dessa forma, em caso de quebra, impede que os cacos se espalhem, pois os cacos de vidro ficam presos na película garantindo a segurança de quem estiver perto.

Também é muito utilizado em divisórias, portas, janelas, vitrines, fachadas e coberturas, além de poder ser encontrado em cores diferentes.

Vidro impresso

O vidro impresso leva esse nome porque possui texturas impressas na sua superfície em um ou ambos os lados (também é conhecido como vidro fantasia). 

Por conta das formas, esse tipo de vidro  bloqueia parcialmente a visão mas sem impedir a passagem de luz, portanto é ideal para dar um pouco de privacidade a determinados ambientes. 

Dependendo do tipo de textura impressa na sua superfície, o vidro é chamado de mini-boreal, canelado, estriado, quadrato ou outros.

Vidro jateado

Em seu processo de fabricação, o vidro recebe jatos de areia na superfície, por isso é chamado de vidro jateado. Por ser opaco, assume a mesma função que o vidro impresso, ou seja, ele garante maior privacidade por proporcionar baixa visibilidade, porém mantém a leveza e a luminosidade do ambiente. Atualmente ele é produzido com o uso de abrasivos mais eficientes e menos tóxicos garantindo também maior resistência do produto.

Assim como os demais, esse tipo de vidro é muito utilizado em divisórias, tampos de mesas, armários de cozinha, box de banheiro, portas, janelas e objetos de decoração.

Agora que você já sabe as características e o nome de cada tipo de vidro vamos conhecer os materiais indicados para sua limpeza.

Utilize os produtos corretos

Antes de falarmos como limpar peça para o seu empregador providenciar os produtos corretos para realizar este serviço. De maneira geral, o ideal é evitar produtos a base de solvente e o uso de panos e esponjas ásperas para evitar riscos e manchas nos vidros. Confira a lista de produtos e materiais que podem ser utilizados:

  • Limpa vidros para sujeiras comuns;
  • Vinagre;
  • Álcool;
  • Sabão neutro para sujeira mais pesada;
  • Esponja macia;
  • Rodo dupla face (possui esponja para lavagem e tecido de flanela ou algodão para secagem);
  • Cabos extensores para vidros com difícil acesso;
  • Panos de malha, pois não soltam fiapos ou fraldas de pano.

Com os produtos certos em mãos é hora de seguir os passos para que o vidro fique limpinho, brilhoso e sem manchas!

Passo a passo para a limpeza de vidros

Não se trata de uma regra, mas seguir uma ordem na execução da limpeza faz toda a diferença no resultado, veja por onde começar e como finalizar a limpeza dos vidros em três passos:

Passo 1: Antes de limpar os vidros é necessário limpar as janelas e aberturas primeiro. Uma sugestão é passar um pincel de cerdas largas entre as frestas da janela para eliminar o pó. Também é possível aspirar as partes de mais difícil acesso, principalmente os cantos;

Passo 2: Para evitar manchas durante a limpeza divida por etapas, comece de cima para baixo e divida uma parte primeiro depois a outra, use o pano ou esponja na mesma direção;

Passo 3: utilizar um papel toalha, camisetas de algodão ou fraldas de tecido são excelentes para finalizar a limpeza e também dá brilho – o ideal é lavar a janela em dias nublados, pois a luz solar direta acaba secando o produto de limpeza antes que você possa polir o vidro adequadamente;

Passo 4: O limpa-vidros é apropriado somente para a limpeza de vidros e espelhos que não estão localizados em cômodos que acumulam sujeira gordurosa. Para superfícies de vidro que acumulam gordura, o ideal é utilizar um desengordurante neutro e líquido, antes da aplicação do limpa-vidros

Passo 5: Limpe o vidro com uma solução de 5 litros de água para 1 colher de sopa de vinagre ou detergente neutro e 1 colher de sopa de álcool. Passe esta solução com o lado macio da esponja, enxague e seque. Para facilitar essa etapa veja as dicas e truques do tópico abaixo;

Atenção!

Segurança em primeiro lugar!

Dependendo da altura e do tipo de vidro, há a necessidade de contratar uma empresa de limpeza especializada para garantir, principalmente, a segurança de quem realiza o trabalho e um resultado mais eficiente do serviço realizado.

E para mais dicas de limpeza doméstica leia também os artigos:

O que achou deste artigo? Deixe nos comentários! 

E continue acompanhando o nosso blog, aqui você encontrará dicas que vão facilitar o dia a dia do seu trabalho.

Até a próxima!

Deixe um comentário