Como reformar sua casa gastando pouco

Toda reforma demanda esforços e gastos, e é por isso que muitas pessoas acabam adiando os planos quando o assunto é reparar ou transformar um espaço. Mas, embora toda reforma tenha os seus custos, é possível fazer ajustes e dar uma nova aparência para casas e apartamentos sem estourar o orçamento.

Com planejamento e organização é possível, sim, reformar a sua casa gastando pouco. Neste artigo, conheça alguns cuidados importantes e algumas dicas para fazer a sua reforma de forma mais tranquila e econômica.

Fazer um planejamento da reforma

Ter um planejamento é fundamental para fazer qualquer tipo de reforma. Seja para uma reforma estrutural ou apenas algumas mudanças mais simples, é importante se organizar e definir tudo o que será reformado.

O objetivo dessa organização é prever quais materiais serão necessários em cada momento da obra, se será preciso contar com a ajuda de profissionais, quanto tempo você terá disponível para trabalhar em cada cômodo e outros fatores que interferem no andamento da reforma.

Além de ajudar com a previsão de gastos, essa tarefa também é importante para guiar a obra como um todo. Isso porque o planejamento ajuda a organizar as etapas necessárias para que cada reparação seja concluída.

Leia também: Devo fazer um consórcio para a construção de uma casa?

Estabelecer um orçamento

Ter um limite de gastos é uma forma de evitar que o seu orçamento seja ultrapassado. Em uma obra, é comum que os moradores acabem gastando mais tempo e dinheiro do que o esperado. No entanto, estabelecer um limite para o orçamento pode ajudar a afastar esses imprevistos.

Por isso, é preciso pesquisar valores de materiais e serviços, além de gastos como água e luz. Para prever os gastos, avalie a quantia que você tem disponível, considerando o valor do seu salário e os seus gastos fixos.

O mais indicado é fazer uma reserva financeira para arcar com todos os custos da obra. Caso não seja possível ou seja preciso fazer a reforma com urgência, você pode procurar um empréstimo que ajude com essas despesas, mas falaremos mais sobre isso a seguir.

Procurar bons materiais

Embora a compra de materiais seja uma boa oportunidade para economizar, escolher os produtos mais baratos pode acabar trazendo prejuízos em vez de benefícios. Isso porque materiais de baixa qualidade trazem riscos maiores, como estragar com mais rapidez — o que envolve mais gastos para a realização de novas reparações.

Por isso, é fundamental procurar materiais que sejam de qualidade. Gastos muito altos podem ser evitados com uma boa pesquisa, que avalie o custo-benefício dos equipamentos necessários para a obra. No momento da compra, ainda é possível tentar negociar descontos.

Escolher profissionais qualificados

Outro fator que pode fazer toda a diferença em uma reforma é contar com profissionais qualificados. Assim como os materiais, a mão de obra precisa trazer qualidade e segurança para os moradores. Bons profissionais também podem ajudar a reduzir o tempo gasto com a reforma.

Mas, é claro, existem empresas e pessoas que oferecem bons serviços a preços razoáveis, que cabem no bolso do consumidor. Por isso, faça pesquisas e peça indicações antes de contratar profissionais. Durante as buscas, sempre confira o seu orçamento para garantir que os valores estão de acordo com o planejado.

Acompanhar a reforma de perto

Uma reforma precisa de bastante organização para ser concluída com qualidade e dentro de um bom prazo. Para isso, é fundamental que o morador acompanhe todos os processos de perto, garantindo que os materiais estejam disponíveis nos momentos necessários, dando suporte aos profissionais envolvidos e monitorando o andamento de cada etapa.

É importante lembrar que, mesmo com um bom planejamento, imprevistos podem surgir e demandar providências de última hora. Estar presente é a melhor forma de lidar com esses desafios e obter bons resultados.

Caso alguma tarefa tenha complicações ou precise de um tempo maior para ser concluída, o cronograma deve ser reajustado. Embora o planejamento ajude na organização do processo, ele não pode interferir na qualidade e na segurança da reforma.

Colocar a mão na massa

Para pessoas que têm habilidades manuais ou que gostam de se arriscar em projetos de “faça você mesmo”, trabalhar na própria obra pode ser uma excelente forma de economizar.

Há tarefas mais complicadas, que realmente precisam de pessoas especializadas para serem feitas. No entanto, existem algumas que podem ser executadas após pesquisas e com a adoção de cuidados. Por exemplo, pintar as paredes, consertar móveis ou fazer itens de decoração.

Para isso, a internet é uma grande aliada. Sites com tutoriais ou redes como Youtube trazem muitas informações para quem se interessa por aprender coisas novas e fazer objetos à mão.

Procurar um empréstimo

Mesmo com todas as dicas dos tópicos anteriores, os gastos para fazer uma obra ainda podem ficar altos e pesar no bolso. Caso não tenha sido possível montar uma reserva para reformar a sua casa, existem outras possibilidades que ajudam a tirar esse projeto do papel, como procurar um empréstimo.

Hoje, existem muitas modalidades de crédito disponíveis no mercado: empréstimo pessoal, consignado, com garantia de veículo ou imóvel e, ainda, empréstimo especializado para empregados domésticos.

Caso escolha essa alternativa, procure saber todas as informações sobre os tipos de crédito. Taxa de juros, Custo Efetivo Total (CET), prazo de pagamento e valor das parcelas devem ser pesquisados e avaliados antes que você comprometa o seu orçamento.

Empréstimo para empregado doméstico da Simplypag

Se você é empregado doméstico e precisa de crédito para reformar a sua casa, existe uma opção criada especialmente para você!

A Simplypag tem um empréstimo especializado para empregados domésticos, que podem ter acesso ao valor com muito mais rapidez e praticidade. As parcelas são descontadas do salário, reduzindo as suas preocupações, e basta ter mais de 18 anos, CPF, conta corrente ou poupança e trabalhar registrado de acordo com o regime CLT para conseguir o crédito.

Não espere para tirar os projetos do papel! Faça uma simulação em nosso site e encontre as melhores condições para investir na sua reforma.

Deixe um comentário